48 anos de história dos Praianos

*Este conteúdo será atualizado constantemente. Volte sempre para ler nossa história!


Em outubro, o O CTG Os Praianos chega aos seus 48 anos de história. Estamos publicando regularmente nas quintas-feiras o #tbt de importantes registros que marcaram nossa história, pois como diz Marcus Garvey, “Um povo sem o conhecimento de sua história, origem e cultura é como uma árvore sem raízes”.


Fica aqui nosso convite para você também colabore com este resgate.


Envie fotos antigas, um breve relato e, se souber, o nome das pessoas da foto para o whatsapp (48) 99678-3883 ou através das nossas redes sociais. Informe seu nome completo que, após avaliação, estaremos divulgando através deste post e em nossas redes sociais, as imagens enviadas.


Confira algumas das imagens que já recebemos dos nossos sócios, tradicionalistas e pessoas que participaram desta grande história do CTG Os Praianos.


Quando tudo começou

Tudo começou no dia 15 de outubro de 1972. Esta foto enviada pelo nosso ex-patrão Israel Cunha mostra um dos encontros destes homens que tiveram a coragem de fundar, em São José, o CTG Os Praianos.


O 2º Rodeio dos Praianos




Do arquivo do sócio Renato Santos, a imagem do Desafio Grande Ginete CTG Os Praianos. O prêmio, segundo relato de Renato, foi um cavalo.



O 7º Rodeio dos Praianos

Da esquerda para direita Dida, Zé Pequeno, Isaías, Arécio, Wilson e .... ainda estamos em busca do nome do último peão. O arquivo foi compartilhado pelo nosso ex-patrão Israel Cunha.


O 8º Rodeio dos Praianos










A imagem é do arquivo pessoal de Anderson Artur Albanaes, patrão do CTG Os Praianos e registra os olhares atentos da comunidade aos peões onde atualmente fica a igreja matriz de Forquilhinhas, em São José. Ao lado, compartilhado pelo sócio Gilvan Vitorino Schmiz a foto do seu tio, Inácio de Souza, de Urubici-SC, que compareceu neste rodeio dos Praianos no ano de 1979 juntamente com sua comitiva.


O caminhão dos Praianos

Aqui está um pequeno registro do Caminhão dos Praianos na Década de 70 e o caminhão dos Praianos em 2020. A imagem foi veiculada nas redes sociais da DVA Caminhões.


30 anos de Vaca Parada




Há 30 anos Israel Cunha inventou um cavalete de madeira para as crianças que vinham ao Rodeio dos Praianos. Vendo muitas crianças sem ocupação, ele teve a criatividade de montar um cavalete, conhecido como “Vaca Parada”. Depois de um ano de experiência para ver se a modalidade seria segura para as crianças, ela foi aprovada pelos Centros de Tradições Gauchas (CTG’s) e Movimentos Tradicionalistas Gaúchos (MTG’s).


Hoje a criançada inicia a prática do laço na Vaca Parada para depois partirem para os treinos e se tornarem futuros profissionais do laço.


O grande público que assiste à competição aplaude e vibra quando as crianças, entre três e 11 anos conseguem fazer a armada certeira na vaca de madeira. A prova é disputada em duas modalidades, “piazitos” até um dia antes de completar 7 anos e, “piazinhos” de 7 a 11 anos.

A grande ideia de Israel Cunha é reconhecida nacionalmente pelos CTG de todo Brasil, até os dias de hoje, levando o nome do CTG Os Praianos além fronteiras.



Posts recentes

Ver tudo

NOTA DE PESAR

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do Senhor Dimas Arnoldo Silva, sócio e patrocinador dos eventos do CTG Os Praianos através de sua empresa Dimas Caminhões e Automóveis. A família praia

Siga:

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone